Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Criança pode ter urticária crônica?

Imagem
Nas crianças pequenas é mais comum a urticária aguda, enquanto a crônica é mais prevalente a partir da idade escolar.

As causas mais comuns da urticária aguda são: - Alimentos (nas crianças pequenas, leite de vaca, ovo, soja, amendoim e trigo. Nas maiores: frutos do mar, nozes e castanhas)
- Medicamentos (em especial: analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos)
- Infecções (causadas por vírus ou bactérias)  Embora popularmente seja muito lembrada, a urticária causada por corantes e aditivos alimentares não é tão comum como parece.  “Em algumas crianças, a combinação entre a infecção viral e o uso de medicamentos, principalmente os analgésicos e anti-inflamatórios não hormonais (AINH), podem desencadear o quadro de urticária”, explica a Dra. Solange Valle, especialista do Departamento Científico de Urticária da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). A médica conta que a urticária crônica é mais frequente em adultos, levando a pensar que não ocorra na criança. Na verdade, e…

Nutricionista do HCor dá dicas de sopas saudáveis para o coração

Imagem
Com a chegada das baixas temperaturas, é preciso ficar atento à quantidade de calorias presente nos ingredientes e acompanhamentos servido com cada tipo de sopa nesta época do anoCom a chegada do inverno e com as baixas temperaturas, é fato que as pessoas tendem a comer mais nesta estação. Por isso, quem se preocupa com a ingestão extra de calorias geralmente opta por pratos mais leves para se manter em forma. No entanto, nem tudo o que parece light na verdade é. Apesar de fazerem muito sucesso nessa época do ano, as sopas, por exemplo, podem ser mais calóricas do que se imagina. Sopas têm fama de alimento saudável, mas os caldos de legumes industrializados e queijos gordurosos podem deixá-las menos benéficas, principalmente para quem têm colesterol alto, obesidade ou hipertensão.
De acordo com nutricionista e gerente de Gastronomia do HCor (Hospital do Coração), Juliana Guedes Simões, um prato raso de sopa pode ser tão calórico quanto uma refeição completa, e as sopas creme costumam s…

Dicas para evitar doenças circulatórias no inverno

Imagem
O tempo frio estimula a contração dos vasos sanguíneos, principalmente das artérias periféricas, o que pode ser perigoso principalmente para pessoas com quadro de obesidade e sedentarismo. "Quando há excesso de gordura na parede das artérias, isso atrapalha ainda mais o sangue chegar até alguns tecidos", explica a cirurgiã vascular e angiologista Dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. "Essa má circulação pode ser extremamente perigosa, porque há riscos de desenvolvimento de insuficiência arterial periférica, infartos do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC) ", alerta.
De acordo com a especialista, o acúmulo de gordura deixa as paredes das artérias endurecidas e estreitas, então o processo de circulação se torna mais lento. "Esse tipo de problema atinge mais pessoas com fatores de risco como as que estão acima do peso, tabagistas, colesterol aumentado, hipertensos e diabéticos", comenta. 

Quando há predis…

Quais exames devem ser feitos para cada faixa etária?

Imagem
Especialista destaca quais exames devem ser feitos e as principais precauções para manter uma rotina equilibrada e saudável
Todos nós sabemos que é melhor prevenir do remediar e exames preventivos se tornam importantes para a descoberta ou até prevenção de doenças. Mas quais tipos de cuidados que temos que tomar em cada fase da vida? Existem check-ups específicos para crianças, jovens e adultos?
Pensando nisso, o cardiologista Anis Mitri, CEO do CECAM, destaca quais exames devem ser feitos para cada faixa etária e as principais precauções para manter uma vida equilibrada e saudável.
Da infância até a adolescência Teste do pezinho: obrigatório e gratuito, o exame é feito em 48 horas após o nascimento da criança, onde o sangue do bebê também é colhido a partir de um furinho no calcanhar. “O objetivo é detectar doenças genéticas. Com a detecção da doença precocemente é possível tratar antes mesmo de os sintomas aparecerem. Já o exame do pezinho ampliado, é pago e não é obrigatório, mas dispo…