Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Esclerose múltipla: Entenda a doença que afeta cerca de 35 mil brasileiros

Imagem
A sociedade precisa conhecer melhor a Esclerose Múltipla. A informação é aliada do diagnóstico precoce, além de ajudar a combater o preconceito
Cerca de 35 mil¹ pessoas têm Esclerose Múltipla no Brasil, mas, mesmo com números tão impressionantes, os pacientes, geralmente mulheres e que estão na faixa etária mais ativa da vida - de 20 a 40 anos -, enfrentam um cenário inóspito e hostil ao serem diagnosticados e perceberem a necessidade de enfrentar preconceito gerados pela falta de informação, que leva ao diagnóstico tardio. 

A Esclerose Múltipla é uma doença neurológica crônica, imunomediada, que não apresenta cura. As células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando a perda de mielina, uma substância cuja função é fazer com que o impulso nervoso percorra os neurônios de forma rápida. Este processo, chamado de desmielinização, ocorre por meio dos surtos nas formas recorrentes. Além disso, ocorre, em maior ou menor quantidade, uma perda dos axônios, ou …

Estou com um nódulo na tireoide, e agora?

Imagem
Dia 25 de maio é o Dia Internacional da Tireoide

A tireoide é uma glândula que fica na base da região anterior do pescoço. Os nódulos de tireoide são muito frequentes e podem afetar de 50% a 60% da população, sendo que cerca de 4 a 7% das mulheres e 1 % dos homens apresentam nódulos tireoidianos palpáveis.  “As doenças tireoidianas acometem cerca de 12% da população geral sendo mais prevalente em mulheres. Os hormônios tireoidianos agem em todos os sistemas do organismo atuando no metabolismo e podendo portanto repercutir com sintomas gerais que afetarão a qualidade de vida. Avaliação médica e exames levarão ao diagnóstico. 
Reconhecer um nódulo pode salvar uma vida”, comenta Dra. Célia Regina Nogueira, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo, entidade organizadora do XII COPEM - Congresso Paulista de Endocrinologia e Metabologia que ocorrerá de 25 a 27 de maio no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo.
Quando o bócio (nódulo) é palpável, …

Saiba quando uma simples dor abdominal pode ser um sinal de apendicite

Imagem
Dores abdominais podem indicar uma série de problemas de saúde, desde os mais leves até aos mais graves, até mesmo uma apendicite, inflamação no apêndice cecal, órgão que está localizado no início do intestino grosso, no baixo ventre à direita. Por isso, é fundamental ficar atento aos sintomas e identificar o momento certo de procurar um médico.
Leonardo Ferrari, cirurgião do Hapvida Saúde, explica como é possível reconhecer o problema: “os principais sintomas são dor abdominal na região do estômago, podendo ser difusa, com náuseas, vômitos e sensação de estômago cheio. A dor também pode aparecer perto do umbigo e geralmente migra para a fossa ilíaca direita (do lado direito e baixo do abdômen). Pode ou não ter febre”. 
Para o caso de apendicite, é sempre necessário o tratamento cirúrgico, e atualmente se faz por laparoscopia, com três pequenas incisões. Se em estágio avançado, ou em situações específicas, pode ser feita na forma convencional, por meio de um corte maior no abdômen. O es…

O que fazer ao suspeitar de um AVC?

Imagem
Neurologista alerta sobre os primeiros cuidados que devem ser tomados ao identificar os sintomas de um AVC
 Formigamento e perda da força na face, braço ou perna, dificuldade de enxergar, alteração na fala, dor de cabeça súbita e intensa e vertigem são alguns dos principais sintomas de um AVC. O problema, conhecido popularmente como derrame, ocorre quando há um entupimento ou rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro. Mas, o que fazer ao identificar um ou mais desses sintomas? Quais devem ser os primeiros socorros?
Segundo o Dr. Rodrigo Costa, neurocirurgião do Grupo São Francisco, as três primeiras horas após o início dos sintomas são essenciais e podem fazer a diferença na recuperação do paciente. “O importante é buscar ajuda médica o quanto antes. O indicado é chamar um serviço de atendimento pré-hospitalar, como a ambulância para evitar que os sintomas progridam e o paciente perca a chance de um tratamento precoce”, afirma o especialista. 
O AVC pode acontecer em dois tipos: h…

HPV e o homem: Como prevenir?

Imagem
O papiloma vírus humano (HPV) é um velho conhecido dos ginecologistas e também dos urologistas. Qualquer homem com vida sexual ativa pode albergar essas partículas virais em seu organismo. Um risco para a saúde masculina, de acordo com urologista e especialista em saúde masculina e fertilidade, Guilherme Leme, já que em casos avançados e dependendo do tipo do vírus, evoluem para câncer na região genital ou ânus.
“Evitar a presença do HPV no homem é uma ferramenta de proteção à saúde de sua parceira. Dessa forma, é obrigatório incluir na rotina de investigação clínica de todos os homens o exame físico detalhado que busca sinais desse problema”, alerta Leme.

O contágio se dá basicamente pelo contato cutâneo com uma pessoa portadora do vírus. Na grande maioria das vezes, esse contato ocorre durante o ato sexual. No entanto, diferentemente de muitas outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), não é necessário penetração ou contato de secreções corporais (como sêmen ou secreção vaginal…

Guia de cuidados com o bebê desde o nascimento até os 3 anos de idade

Imagem
A Bíblia do Bebê, obra produzida por especialistas brasileiros e internacionais, traz manual com informações atuais sobre higiene, alimentação, amamentação, entre outros temas
Para criar um bebê com saúde, os pais precisam adquirir informações e novas habilidades – é de vital importância saber como alimentar, limpar, confortar e manter os pequenos protegidos de perigos e doenças. Por isso, é essencial que tenham acesso rápido e fácil a tudo que precisam saber, para que possam seguir as orientações de forma correta e eficiente. O livro A Bíblia do Bebê, publicado pela CMS Editora, é um guia prático que tem o objetivo de proporcionar aos pais as informações mais atuais e completas sobre os cuidados com bebês, do nascimento aos três anos de idade. Produzido por uma equipe de especialistas em bebês e pré-escolares, este manual traz capítulos abrangentes, abarcando todos os aspectos da criação dos filhos pequenos, como higiene do pequeno, dicas sobre amamentação e alimentação, informações sob…

Exposição de Cerâmica e Mosaico. Venha nos prestigiar

Imagem

Adolescência: os nutrientes necessários para acompanhar esta fase acelerada da vida

Imagem
A adolescência é, sem dúvida, uma fase intensa da vida. Marcada por grandes transformações físicas e comportamentais, requer atenção especial, principalmente do ponto de vista nutricional, e compreende a chamada fase do “estirão”. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a adolescência pode ser dividida em 2 etapas: a pré-adolescência (dos 10 aos 14 anos) e a adolescência propriamente dita (dos 15 aos 19 anos). No Brasil, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente do Brasil (ECA, 1990), esta fase é compreendida entre os 12 e 18 anos de idade.
De acordo com a nutricionista e consultora da Viva Lácteos Ana Paula Del’Arco, este momento da vida é tão importante quanto a infância do ponto de vista nutricional e requer atenção para uma dieta rica em nutrientes, fazendo dos produtos lácteos recursos indispensáveis. “Em linhas gerais, o organismo passa por três fases que compreendem a formação do corpo humano: crescimento, maturação e desenvolvimento(1). É durante a adolescência…

10 informações essenciais para entender melhor a Asma

Imagem
Na próxima terça-feira, 2 de maio, celebra-se o Dia Mundial da Asma, doença responsável por mais de 100 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS), de acordo com dados do Ministério da Saúde. Caracterizada pela inflamação crônica das vias aéreas, ao todo 6,4 milhões de pessoas acima dos 18 anos sofrem com o problema no Brasil, sendo que as mulheres são as mais acometidas pela enfermidade — cerca de 3,9 milhões delas afirmaram ter diagnóstico da doença. [1]
Quarta principal causa de internações, como aponta a Sociedade Brasileira de Pneumologia, a asma não possui cura. Entretanto, hoje existem tratamentos que são capazes de amenizar os sintomas da doença e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. [2]
Atento à falta de informação sobre o problema, o pneumologista Oliver Nascimento, médico assistente da disciplina de pneumologia da Unifesp e especialista interno da GSK elaborou uma lista com 10 informações fundamentais para se identificar, prevenir e tratar a doença.
1-Genética A gen…

Vacinação contra gripe diminui risco de hospitalização de pacientes com DPOC

Imagem
Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia alerta para perigos do vírus Influenza na piora dos quadros respiratórios
A gripe está entre as maiores causas de morbidade e mortalidade em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), sendo responsável por mais de 35% de todas as pioras agudas da doença[1]. A vacinação contra o vírus Influenza é uma das maneiras de prevenir agravamentos por gripe nesse grupo¹. Segundo Frederico Leon Arrabal Fernandes, coordenador da Comissão de DPOC da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, “a vacinação reduz a incidência, as complicações e formas graves da doença e é recomendada a todo portador de doença respiratória crônica”.A imunização contra influenza em pacientes com DPOC pode diminuir até em 52% os casos de internação e 70% da mortalidade[2]. O Ministério da Saúde reconhece a gravidade da gripe em pacientes com DPOC e inclui esse grupo como um dos prioritários no calendário de vacinação contra Influenza anualmente[3]. A gripe…